R. P. G. – REAL PLAYING GAME

O ENREDO
Dez pessoas acordam num local desconhecido. Não se conhecem, nem tão pouco sabem como lá foram parar. É durante a busca por essas respostas que descobrem estar num local de pesadelo onde terão de matar para sobreviver.

A BASE
Já tinha trabalhado com o David Rebordão n’ O ATRASO e nas LENDAS EM SÉRIE. O convite que ele me fez para escrever com ele uma longa-metragem era algo que não poderia, de modo algum, recusar.

A ideia da história tem como base o universo dos jogos RPG e inspira-se em filmes como ‘SAW’, ‘BATTLE ROYALE’, ‘CUBE’, ‘EXISTENZ’, entre outros.

Na sua fase embrionária foi feito um casting internacional através de um site criado de propósito para esse fim. Recebemos participações de todo o mundo. Infelizmente, tanto quanto sei, nenhuma foi aprovada para fazer parte do elenco que filmou este filme durante o Verão de 2011.

Existiram várias versões do guião deste filme, sendo que a versão final não corresponde à versão filmada. Abstenho-me de tecer comentários sobre qual das versões é melhor ou pior. Deixarei isso ao vosso critério.

R. P. G. – REAL PLAYING GAME – Versão Revista

R. P. G. – REAL PLAYING GAME – Versão Final

Chamo a atenção para o facto de a versão final não ser a versão do produtor, mas a história é muito semelhante. Para me precaver de possíveis conflitos legais, e para não estragar por completo a surpresa do filme, optei por não colocá-la aqui.

E não se esqueça. Se gostou deste artigo, partilhe-o e/ou deixe o seu comentário. Será bem vindo.

Anúncios

Sobre Joel G. Gomes

Escritor, guionista e cronista. Autor dos romances "Um Cappuccino Vermelho" e "A Imagem". Autor do livro 'Um Cappuccino Vermelho'. Guionista das curtas-metragens 'O Atraso' (realizada por David Rebordão) e 'A Chamada' (realizada por Vasco Rosa). Cronista regular nos jornais O Rio, Jornal do Barreiro, O Primeiro de Janeiro, Jornal da Bairrada e, menos regularmente, nos jornais Voz da Póvoa e Jornal do Alto Alentejo.
Esta entrada foi publicada em Longas-metragem com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Uma resposta a R. P. G. – REAL PLAYING GAME

  1. Pingback: Workshop de Realização de David Rebordão | ângulo obtuso

Muito obrigado pelo seu comentário. Note que esta é uma mensagem automática, por isso estou a agradecer um pouco às cegas. Quero acreditar que o bom gosto que o/a trouxe aqui se estende à qualidade do seu discurso.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s