A FÓRMULA DA FELICIDADE

O ENREDO
Pedro é um rapaz de treze anos que nutre uma forte paixão por Raquel, uma colega de turma, mas esse sentimento não é correspondido.

Um dia, durante uma aula de Matemática, o professor partilha uma notícia que lera no jornal e expõe no quadro uma fórmula elaborada por um grupo de psicólogos que, segundo eles, determina a felicidade.

Pedro resolve analisar essa fórmula para conquistar Raquel e acaba por aprender uma grande lição.

A BASE
A fórmula da felicidade é real, veio mesmo num jornal (daqueles a sério e não daqueles de café). Achei curioso alguém querer quantificar algo como a felicidade e decidi trabalhar isso sob o ponto de vista de alguém ainda não muito afectado pelos males do mundo.

Pedro é um rapaz na fase da puberdade, da descoberta de sentimentos como o amor. A sua reacção a algo como uma fórmula matemática para descrever algo que ele está a aprender a conhecer, pareceu-me ser uma ideia interessante de explorar.

A FÓRMULA DA FELICIDADE [2011] – Versão Final

E não se esqueça. Se gostou deste artigo, partilhe-o e/ou deixe o seu comentário. Será bem vindo.

E se for produtor ou realizador e estiver (nem que seja vagamente) interessado nesta proposta, contacte-me.

Anúncios

Sobre Joel G. Gomes

Escritor, guionista e cronista. Autor dos romances "Um Cappuccino Vermelho" e "A Imagem". Autor do livro 'Um Cappuccino Vermelho'. Guionista das curtas-metragens 'O Atraso' (realizada por David Rebordão) e 'A Chamada' (realizada por Vasco Rosa). Cronista regular nos jornais O Rio, Jornal do Barreiro, O Primeiro de Janeiro, Jornal da Bairrada e, menos regularmente, nos jornais Voz da Póvoa e Jornal do Alto Alentejo.
Esta entrada foi publicada em Curtas-Metragens com as etiquetas , , , . ligação permanente.

2 respostas a A FÓRMULA DA FELICIDADE

  1. Diogo diz:

    Ola Joel! Tentei ler o guião de “A FÓRMULA DA FELICIDADE” mas nao consegui. O link parece nao funcionar.
    Cumprimentos,
    Diogo

Muito obrigado pelo seu comentário. Note que esta é uma mensagem automática, por isso estou a agradecer um pouco às cegas. Quero acreditar que o bom gosto que o/a trouxe aqui se estende à qualidade do seu discurso.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s